Conecte-se Conosco

Notícias

Governo lança Plano de Desenvolvimento para o Vale do Jequitinhonha

Publicado

em

Capelinha MG – Foto César Paranhos

Iniciativa define conjunto de estratégias que visam nortear ações voltadas para o desenvolvimento dos territórios do Alto e do Médio/Baixo Jequitinhonha

O Governo de Minas Gerais, por meio da Fundação João Pinheiro, lançou o Plano de Desenvolvimento para o Vale do Jequitinhonha (PDVJ) para os Territórios do Alto e do Médio/Baixo Jequitinhonha,realizado em parceria com a Cemig Geração e Transmissão S.A., financiadora da iniciativa.

De acordo com o presidente da FJP, Roberto Nascimento, o percurso metodológico de elaboração do plano envolveu ampla participação da população do Vale do Jequitinhonha, por meio de oficinas realizadas na região com órgãos representativos da comunidade, das administrações municipais e do público em geral.

“O plano contemplou a análise das demandas apresentadas pela população do Vale durante os Fóruns Regionais. O estudo se insere, desde a sua concepção, como elemento de planejamento e ação governamental”, ressaltou, na solenidade de lançamento.

Plano

Com o objetivo de definir um conjunto de estratégias que visam nortear ações voltadas para o desenvolvimento dos territórios do Alto e do Médio/Baixo Jequitinhonha, as propostas do plano foram organizadas em cinco eixos de intervenção: recursos hídricos, desenvolvimento produtivo, desenvolvimento social, infraestrutura econômica e gestão municipal.

Composto por seis volumes, o PDVJ abrange Estratégias e Ações; Demografia e atividades econômicas principais: estudos de base; Diagnósticos Propositivos dos setores produtivo, social, de infraestrutura econômica e de gestão municipal; e o registro técnico e documental das Oficinas Participativas realizadas desses Territórios de Desenvolvimento. Além destes volumes, foi também produzido um almanaque de divulgação.

O processo de elaboração do Plano envolveu o esforço de rever cuidadosamente estudos e planos prévios, incorporar práticas participativas e propor ações com chances reais de implementação por parte do governo estadual.

De acordo com a coordenadora do PDVJ, Maria Luiza de Aguiar Marques, a estruturação de um sistema de governança capaz de promover a convergência entre os agentes implementadores e a sociedade em torno de seus objetivos e ações é fundamental para o sucesso da iniciativa.

“É necessário definir mecanismos e espaços que permitam a discussão permanente das ações propostas, a eleição de prioridades e seu alinhamento aos programas e às ações em curso nos diversos órgãos das três esferas de governo”, observou.

Perfil

Os territórios do Alto e do Médio/Baixo Jequitinhonha são constituídos por 59 municípios e somam uma população de aproximadamente 770 mil pessoas, das quais 38% vivem no meio rural, percentual duas vezes maior do que o observado para o estado. Em termos econômicos, respondem por 1,3% do PIB mineiro.

Ambos os Territórios têm como característica a baixa disponibilidade de recursos hídricos e a dependência econômica do setor serviços, da administração pública e da agricultura familiar.

A indústria tem participação muito pequena no Alto e Médio/Baixo Jequitinhonha, especialmente no subsetor de transformação, que sofre com o relativo isolamento da região, com as lacunas de infraestrutura e com a falta de mão de obra qualificada.

Por outro lado, houve avanços na área social nas últimas décadas com a institucionalização dos sistemas de saúde (SUS), de assistência social (SUAS) e de educação. Outras importantes características dos dois territórios são a riqueza do patrimônio e das manifestações culturais; populações com forte senso de pertencimento e potencial para a mobilização social; e a intensa atuação de instituições da sociedade civil, muitas delas voltadas para projetos sociais.

FONTE: AGÊNCIA MINAS

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

Continuam abertas as inscrições para o Festival de Música Gospel de Capelinha

Publicado

em

De

Cantores e compositores de música Gospel terão até o dia 15 de Janeiro de 2018 para se inscrever na 5º edição do Festival de Música Gospel de Capelinha – FEMUG.

As inscrições poderão ser realizadas exclusivamente pelo site oficial do FEMUG, www.femug.com.br, o valor da inscrição é de R$ 55,00 (cinquenta e cinco reais).

Com primeira edição em 1998, o festival teve mais três edições  em 1999, 2001 e 2007. Sempre com a participação vários talentos da região, o FEMUG busca valorizar a música gospel, a arte e a cultura, além de revelar novos talentos.

Os classificados serão divulgados no dia 01 de Fevereiro de 2018, o Festival será realizado em Março.

Continue Lendo

Destaque

Sicoob Credijequitinhonha realiza eleição de delegados nesta quarta (13) em Capelinha

Publicado

em

De

O Sicoob Credijequitinhonha agência Capelinha, realizará nesta quarta-feira (13/12), a eleição para delegados.

O Sicoob, adota o Sistema de Delegação no qual são eleitos  representantes entre os associados da cooperativa. Além de representar o quadro social na tomada de decisão em processos assembleares, o Delegado deve atuar como multiplicador do cooperativismo em sua comunidade. Além disso, ele deve favorecer os canais de comunicação entre dirigentes e conselheiros com os associados e vice-versa. Devem, portanto, conhecer as ações desenvolvidas pela cooperativa e dar sua contribuição com vistas à melhoria de suas comunidades.

Para votar, basta o associado, se apresentar na agência, das 9h30 às 17h, portando documento oficial de identificação com foto.

Confira a lista dos candidatos, clique aqui. 

Continue Lendo

Destaque

Inscrições abertas para a 2ª edição do Programa Meu Primeiro Negócio

Publicado

em

De

Ao todo, 650 escolas estaduais mineiras poderão participar do programa. Primeira edição contemplou 120 escolas este ano

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes) e a da Secretaria de Estado de Educação (SEE), lançou o edital de seleção para a 2ª edição do Programa Meu Primeiro Negócio.

A chamada vai selecionar até 650 escolas públicas de Minas Gerais que tenham interesse em executar, como atividade extracurricular, no contraturno escolar, as ações de formação empreendedora para estudantes do ensino médio durante 2018.

O programa é executado em parceria com a Junior Achievement a partir do programa Miniempresa. A metodologia utilizada é baseada no método “aprender fazendo”, na qual jovens vão poder experimentar práticas em negócios, economia, gestão e operacionalização de empresas durante 12 semanas.

Cada escola selecionada terá um projeto no Meu Primeiro Negócio. O grupo de até 40 alunos vai trabalhar de forma cooperativa, desenvolvendo um negócio. Na primeira edição do Programa, foram contempladas 120 escolas da rede estadual, sendo 57 Escolas Polo de Educação Múltipla (Polem), que participaram das atividades no segundo semestre deste ano.

As escolas interessadas em participar do Programa devem se cadastrar por meio de formulário eletrônico. O edital e o link de inscrições podem ser encontrados no endereço www.meuprimeironegocio.mg.gov.br. O prazo de inscrição vai até às 23h59 de 11 de fevereiro de 2018.

Fonte: Agência Minas

 

Continue Lendo

Em Alta

%d blogueiros gostam disto: