Conecte-se Conosco

Educação

Professor de Minas Novas é destaque no estado com projeto de Matemática

Publicado

em

O governador Fernando Pimentel recebeu nesta segunda-feira (27/11), no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, dois professores da rede estadual vencedores da etapa regional do Prêmio Professores do Brasil, concedido pelo Ministério da Educação.

Os docentes Gracielle Leite da Silva, da Escola Estadual Pedro de Oliveira, localizada no distrito de Ponte Alta de Minas, em Carangola, e Adalgísio Gonçalves Soares, da Escola Estadual Presidente Costa e Silva, em Minas Novas, foram destaque nas categorias Ensino Fundamental – Ciclo de Alfabetização e Ensino Médio, respectivamente.

o governador, a premiação mostra a qualidade pedagógica dos projetos apresentados pelos professores. “São dois projetos que destacam a criatividade dos docentes mineiros e mostram que, mesmo com recursos escassos, mas graças ao empenho e à dedicação, a gente consegue bons resultados”, afirmou.

Projetos

Gracielle, que dá aulas para crianças de sete e oito anos, no ciclo da alfabetização, levou uma moradora antiga da comunidade para contar a história daquele local quando ela era criança. “A partir daí, buscamos realizar trabalhos junto com a comunidade, aproximando os pais da vida escolar e valorizando a cultura do campo. Os alunos aprendem melhor e se sentem mais interessados ao lidar com a realidade que eles conhecem”, disse.

O professor Adalgisio, que dá aulas de matemática para alunos do Ensino Médio, propôs que os alunos resolvessem os desafios da obra do matemático brasileiro Malba Tahan e, a partir de cada situação mostrada, as turmas elaboraram um curta-metragem. Os 12 filmes deram origem ao 1º Festival de Curtas de Minas Novas, no Território Alto Jequitinhonha.

“Se eu ficar no ensino tradicional da matemática eu perco os meus alunos. Mas, por meio dos contos do Malba Tahan, eles não estudaram só a matéria, mas tiveram contato com outros temas que eles geralmente não têm, como o roteiro, cenário, figurino”, completou.

Os dois professores da rede estadual seguem para São Paulo, onde vão participar da etapa final do prêmio Professores do Brasil, no dia 6 de dezembro, quando serão conhecidos os vencedores de cada categoria.

Fonte: Agência Minas

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Inscrições abertas para a 2ª edição do Programa Meu Primeiro Negócio

Publicado

em

De

Ao todo, 650 escolas estaduais mineiras poderão participar do programa. Primeira edição contemplou 120 escolas este ano

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes) e a da Secretaria de Estado de Educação (SEE), lançou o edital de seleção para a 2ª edição do Programa Meu Primeiro Negócio.

A chamada vai selecionar até 650 escolas públicas de Minas Gerais que tenham interesse em executar, como atividade extracurricular, no contraturno escolar, as ações de formação empreendedora para estudantes do ensino médio durante 2018.

O programa é executado em parceria com a Junior Achievement a partir do programa Miniempresa. A metodologia utilizada é baseada no método “aprender fazendo”, na qual jovens vão poder experimentar práticas em negócios, economia, gestão e operacionalização de empresas durante 12 semanas.

Cada escola selecionada terá um projeto no Meu Primeiro Negócio. O grupo de até 40 alunos vai trabalhar de forma cooperativa, desenvolvendo um negócio. Na primeira edição do Programa, foram contempladas 120 escolas da rede estadual, sendo 57 Escolas Polo de Educação Múltipla (Polem), que participaram das atividades no segundo semestre deste ano.

As escolas interessadas em participar do Programa devem se cadastrar por meio de formulário eletrônico. O edital e o link de inscrições podem ser encontrados no endereço www.meuprimeironegocio.mg.gov.br. O prazo de inscrição vai até às 23h59 de 11 de fevereiro de 2018.

Fonte: Agência Minas

 

Continue Lendo

Destaque

Colégio Vencer passará a oferecer ensino fundamental I (1º ao 5º ano) a partir de 2018

Publicado

em

De

Quando uma nova jornada se inicia, organização e planejamento são palavras-chaves para que o resultado alcançado seja o sucesso. Da mesma forma qualquer bom projeto começa com uma base sólida, um alicerce forte para suportar toda a construção que ainda está por vir. Na educação não poderia ser diferente!

É pensando dessa maneira que o Colégio Vencer passará a oferecer, a partir de 2018, o Ensino Fundamental I, com turmas do 1º ao quinto ano.

Junto com a novidade o colégio preparou uma equipe de professores e pedagogos muito preparados e conscientes de seus papéis junto ao material do Sistema Bernoulli, de qualidade inquestionável.

Segundo Thaísa Fernandes, coordenadora pedagógica do Colégio, “O grupo de profissionais dos anos iniciais da educação fundamental I (1º ao 5º ano) foi selecionado na certeza de que continuaremos oferecendo o que se espera de uma escola compromissada com a excelência”.

As matriculas para as novas turmas estão abertas, e poderão ser realizadas no Colégio Vencer, na Rua Dr. Hermelindo, 382 , Centro, Capelinha/MG, de segunda a sexta, de 07 as 17 horas. Tel: 3516 2968 | 9 9171 2121.

Continue Lendo

Destaque

Publicada resolução que define calendário escolar 2018 nas escolas da rede estadual de ensino

Publicado

em

De

Início do ano letivo 2018 está marcado para o dia 5 de fevereiro, sendo que cada escola deve elaborar seu calendário coletivamente com servidores, pais e alunos

Foi publicada no Diário Oficial Minas Gerais dessa quarta-feira (15/11) a resolução que estabelece o calendário escolar para a rede estadual de ensino para o ano de 2018. De acordo com o documento, o próximo ano letivo terá início no dia 5 de fevereiro e terminará no dia 14 de dezembro.

Respeitadas as normas legais, cada escola deve elaborar seu calendário, construído coletivamente com a comunidade escolar, discutido com servidores, estudantes e pais de estudantes, e aprovado pelo colegiado.

Após esse processo, ele deve ser encaminhado para a Superintendência Regional de Ensino, que deverá homologar e supervisionar o cumprimento das atividades nele previstas, de acordo com as normas da Secretaria de Estado de Educação (SEE).

Segundo a resolução, o calendário deverá ser construído coletivamente com as escolas estaduais de um mesmo município e/ou com escolas municipais, respeitando a autonomia da Rede Municipal de Ensino, respeitando o interesse dos estudantes, as especificações locais e viabilizando o melhor gerenciamento do transporte escolar.

A elaboração do Calendário Escolar 2018 deve prever o mínimo de 200 dias letivos e carga horária de 800 horas para os anos iniciais do ensino fundamental e ensino médio noturno e 833 horas e 20 minutos para os anos finais do ensino fundamental e ensino médio diurno. Ainda de acordo com o documento, o dia 15 de setembro de 2018 será dia letivo, destinado às atividades da “Virada Educação Minas Gerais”.

Já o dia 10 de novembro será destinado à realização de Feira de Ciências, da Mostra de Trabalhos realizados pela disciplina “Diversidade, Inclusão e Mundo do Trabalho (DIM)” do ensino médio regular e na Educação de Jovens e Adultos noturno e “Diversidade, Inclusão e Formação para a Cidadania (DIC)” da Educação de Jovens e Adultos do ensino fundamental noturno.

Nesta data também deverão acontecer a Mostra de Trabalhos dos estudantes dos Centros Estaduais de Educação Continuada (Cesec) e dos Conservatórios de Música.

A Prestação de Contas da Gestão Escolar deverá acontecer no dia 1º de dezembro de 2018, e o período de 19 a 23 de novembro será destinado às atividades da “Semana de Educação para a Vida”, instituída pela Lei Federal nº 11.988/2009.

As Escolas do Campo, Indígenas e quilombolas poderão elaborar proposta de calendário diferenciado, considerando as especificidades das comunidades locais.

Fonte: Agência Minas

 

Continue Lendo

Em Alta

%d blogueiros gostam disto: