Conecte-se Conosco

Educação

Governo de Minas abre concurso para contratar 16.700 professores

Publicado

em

Já está disponível para consulta o edital de abertura do concurso público da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE), publicado nesta quinta-feira (28/12) no Diário Oficial Minas Gerais. O certame, autorizado em novembro pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão de Minas Gerais (Seplag), contará com 16 mil vagas para o cargo de Professor de Educação Básica de diversas disciplinas e com 700 vagas para Especialista em Educação Básica.

As oportunidades contemplam todas as 47 Superintendências Regionais de Ensino. Os conscursados irão ocupar vagas hoje preenchidas por meio do sistema de designações.

As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet, em www.fumarc.com.br, a partir das 9h do dia 26 de fevereiro até as 23h59 do dia 8 de março de 2018. Para requerer a isenção da taxa de R$ 70,00, valor que será aplicado tanto para a vaga de professor quanto para de especialista, o candidato deve acessar o mesmo endereço eletrônico de 22 a 26 de janeiro.

A aplicação das provas objetivas, que vão contar com 60 questões de Língua Portuguesa, Matemática, Conhecimentos didático-pedagógicos e Conhecimentos específicos, está prevista para 8 de abril de 2018. Os candidatos terão como locais de provas todas as cidades-sede das Superintendências Regionais de Educação.

A realização do concurso vai ao encontro do objetivo do Governo do Estado de criar um quadro estável na Educação, com a maioria dos servidores em cargos efetivos até o final da gestão, como explica o subsecretário de Gestão de Recursos Humanos, Antonio David de Sousa Junior.

“Para isso, é preciso realizarmos um novo concurso, apesar de já termos nomeado mais de 50 mil servidores, para todas as carreiras, ao longo destes três anos. O foco desse novo concurso é exclusivamente a escola, a sala de aula e o processo de ensino e aprendizagem. Como bem sabemos, é muito difícil desenvolver bons projetos educativos e processos eficientes de ensino e aprendizagem tendo que dispensar, a cada ano, cerca de 60% dos professores e depois recontratá-los por meio de designação”.

Antonio David esclarece, também, que a carga horária das vagas ofertadas no edital varia de acordo com a realidade das escolas estaduais. “Aplicamos uma metodologia para levantamento das vagas ofertadas que compreende as diferentes realidades de nossas escolas. Assim, a maioria absoluta das vagas ofertadas no edital tem carga horária de 12 a 16h/a semanais de regência, mas há vagas ofertadas na faixa de 10 a 11 h/a e, ainda, aproximadamente 25% das vagas no corte de 5 até 9 h/a semanais”, diz

De acordo com  o subsecretário, a diferenciação de carga horária foi feita para atender as especificidades de pequenos municípios, de escolas que têm pequeno número de turmas, para que também essas localidades possam ter professores efetivos. “Quer dizer, contando com seus profissionais, que estarão lá dia após dia, contribuindo para alavancar os processos de ensino e aprendizagem”, ressalta Antonio David.

Para as vagas de Especialista em Educação Básica não há distinção de habilitações: os servidores poderão atuar como orientadores educacionais, supervisores ou coordenadores pedagógicos, desempenhando funções fundamentais na organização da escola e no aprimoramento dos processos de ensino.

Já os cargos de Professor de Educação Básica abrangem várias disciplinas como História, Geografia, Química, Física, entre outras que compõem o currículo básico dos anos finais do ensino fundamental e de todo o ensino médio. Especificamente para esta carreira, as 16 mil vagas estão distribuídas entre 848 municípios mineiros, no universo de 852 municípios que contam com escolas estaduais.

O edital para o concurso da SEE 2017/2018 está disponível para consulta na página 36 do Diário Oficial Minas Gerais do dia 28 de dezembro de 2017 – clique aqui para acessar. É importante esclarecer que este concurso não compete com outros ainda vigentes, cujas vagas não estão contempladas neste edital.

FONTE : AGÊNCIA MINAS

 

Destaque

Divulgação dos resultados do ENEM será antecipada para 18 de janeiro

Publicado

em

De

Os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 serão disponibilizados com um dia de antecedência, em 18 de janeiro. Os resultados individuais poderão ser consultados na Página do Participante. Será necessário informar o CPF e a senha cadastrada na inscrição. A mesma senha dará acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que ficará aberto de 29 de janeiro a 1º de fevereiro. Para aqueles que se esqueceram da senha, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) sugere que a recuperação seja feita com antecedência. A Página do Participante tem orientações completas para recuperação de senha.

Como em outras edições, e conforme previsto em edital, os resultados para fins exclusivos de autoavaliação de conhecimentos de participantes com menos de 18 anos, comumente chamados de treineiros, serão liberados 60 dias depois da divulgação regular. Os espelhos de correção das redações também serão após 60 dias. O acesso ao espelho de correção é uma forma do participante saber como se saiu em cada uma das cinco competências avaliadas pela prova.

FONTE: Assessoria de Comunicação Social – MEC

Continue Lendo

Destaque

Inscrições abertas para a 2ª edição do Programa Meu Primeiro Negócio

Publicado

em

De

Ao todo, 650 escolas estaduais mineiras poderão participar do programa. Primeira edição contemplou 120 escolas este ano

O Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes) e a da Secretaria de Estado de Educação (SEE), lançou o edital de seleção para a 2ª edição do Programa Meu Primeiro Negócio.

A chamada vai selecionar até 650 escolas públicas de Minas Gerais que tenham interesse em executar, como atividade extracurricular, no contraturno escolar, as ações de formação empreendedora para estudantes do ensino médio durante 2018.

O programa é executado em parceria com a Junior Achievement a partir do programa Miniempresa. A metodologia utilizada é baseada no método “aprender fazendo”, na qual jovens vão poder experimentar práticas em negócios, economia, gestão e operacionalização de empresas durante 12 semanas.

Cada escola selecionada terá um projeto no Meu Primeiro Negócio. O grupo de até 40 alunos vai trabalhar de forma cooperativa, desenvolvendo um negócio. Na primeira edição do Programa, foram contempladas 120 escolas da rede estadual, sendo 57 Escolas Polo de Educação Múltipla (Polem), que participaram das atividades no segundo semestre deste ano.

As escolas interessadas em participar do Programa devem se cadastrar por meio de formulário eletrônico. O edital e o link de inscrições podem ser encontrados no endereço www.meuprimeironegocio.mg.gov.br. O prazo de inscrição vai até às 23h59 de 11 de fevereiro de 2018.

Fonte: Agência Minas

 

Continue Lendo

Educação

Professor de Minas Novas é destaque no estado com projeto de Matemática

Publicado

em

De

O governador Fernando Pimentel recebeu nesta segunda-feira (27/11), no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, dois professores da rede estadual vencedores da etapa regional do Prêmio Professores do Brasil, concedido pelo Ministério da Educação.

Os docentes Gracielle Leite da Silva, da Escola Estadual Pedro de Oliveira, localizada no distrito de Ponte Alta de Minas, em Carangola, e Adalgísio Gonçalves Soares, da Escola Estadual Presidente Costa e Silva, em Minas Novas, foram destaque nas categorias Ensino Fundamental – Ciclo de Alfabetização e Ensino Médio, respectivamente.

o governador, a premiação mostra a qualidade pedagógica dos projetos apresentados pelos professores. “São dois projetos que destacam a criatividade dos docentes mineiros e mostram que, mesmo com recursos escassos, mas graças ao empenho e à dedicação, a gente consegue bons resultados”, afirmou.

Projetos

Gracielle, que dá aulas para crianças de sete e oito anos, no ciclo da alfabetização, levou uma moradora antiga da comunidade para contar a história daquele local quando ela era criança. “A partir daí, buscamos realizar trabalhos junto com a comunidade, aproximando os pais da vida escolar e valorizando a cultura do campo. Os alunos aprendem melhor e se sentem mais interessados ao lidar com a realidade que eles conhecem”, disse.

O professor Adalgisio, que dá aulas de matemática para alunos do Ensino Médio, propôs que os alunos resolvessem os desafios da obra do matemático brasileiro Malba Tahan e, a partir de cada situação mostrada, as turmas elaboraram um curta-metragem. Os 12 filmes deram origem ao 1º Festival de Curtas de Minas Novas, no Território Alto Jequitinhonha.

“Se eu ficar no ensino tradicional da matemática eu perco os meus alunos. Mas, por meio dos contos do Malba Tahan, eles não estudaram só a matéria, mas tiveram contato com outros temas que eles geralmente não têm, como o roteiro, cenário, figurino”, completou.

Os dois professores da rede estadual seguem para São Paulo, onde vão participar da etapa final do prêmio Professores do Brasil, no dia 6 de dezembro, quando serão conhecidos os vencedores de cada categoria.

Fonte: Agência Minas

Continue Lendo

Em Alta

%d blogueiros gostam disto: